Outcast foi um marco em 1999, quando chegou ao PC. Um dos primeiros jogos de mundo aberto em 3D, o jogo antecipou muitas das características que hoje são comuns às grandes produções single-player, como The Elder Scrolls V: Skyrim e Horizon: Zero Dawn. Mas as inovações vinham com um preço: ele exigia computadores potentes na época, o que acabou limitando o acesso do público. Apesar de seu sucesso moderado, inclusive no Brasil, onde ele foi lançado oficialmente com legendas em português, ele acabou por se tornar um clássico cult, lembrado apenas por uma pequena comunidade de fãs.

Aproveitamos o lançamento em novembro de Outcast: Second Contact, seu remake para PC, PS4 e Xbox One, para explorar seu mundo alienígena e apontar suas inovações, considerando não apenas o contexto da época em que ele foi originalmente lançado, mas também o atual.