O jogo indie brasileiro Dandara vai além de mecânicas criativas que dão um ar de frescor ao o subgênero metroidvania: ele abraça muito da nossa cultura e cotidiano. Mas indo além de suas referências, a sua forma de abordar um sistema totalitário remete à própria ditadura militar no Brasil.

Neste ensaio do Overloadr, mostramos como Dandara explora a brasilidade e ajuda na construção de uma identidade nacional para a nossa produção de jogos. Além disso, olhamos para como a personagem Dandara representa uma força de manifestação contra a opressão, especialmente de artistas e minorias.